Buscar

Ginástica do Paraná conquista dez títulos nos Jogos Pan-Americanos Júnior de Cali

A ginástica paranaense brilhou na primeira edição dos Jogos Pan-Americanos Júnior de Cali na Colômbia, que aconteceu de 25 de novembro a 5 de dezembro. Na Ginástica Rítmica, das sete ginastas da seleção brasileira seis são do Paraná, além de ter toda a equipe técnica paranaense.



Fotos: Ricardo Bufolin/CBG


Maria Eduarda Alexandre, da Associação Toledana, foi a grande campeã com três medalhas de ouro: uma no individual geral e duas nas finais por aparelho. Com o resultado, Maria Eduarda garantiu vaga nos Jogos Pan-Americanos de Santiago, em 2023, na categoria adulta. Ela é treinada por Solange Paludo, também de Toledo.


Isadora Carnielli de Oliveira, do Clube AGIR de Curitiba, retorna ao Brasil com três medalhas: uma de prata e duas de bronze. Sua treinadora é Marcia Naves que também treina a ginasta Barbara Domingos, finalista inédita no mundial do Japão em 2021.



Fotos: Ricardo Bufolin/CBG


O conjunto conquistou duas medalhas de prata e uma de ouro sob o comando da treinadora Juliana Coradine da ADR UNOPAR, que aceitou o convite da Confederação Brasileira de Ginástica para este grande desafio. A equipe é composta por 4 ginastas de clubes do Paraná: Julia Kurunczi da ADR UNOPAR/Londrina, Fernanda Heinemann da Associação Toledana, Gabryela Rocha e Luiza Pugliese do Clube AGIR, e conta também com a paulista Bianca Reis.



Fotos: Ricardo Bufolin/CBG


A Seleção Brasileira de Ginástica Artística Feminina sagrou-se vice campeã por equipe e contou com a presença da ginasta Josyane Calixto, do CEGIN – Centro de Excelência em Ginástica de Curitiba, e da treinadora Iryna Iyashenko, também do CEGIN.


Todas as ginastas paranaenses fazem parte do Programa Geração Olímpica do Estado do Paraná e as ginastas rítmicas participaram em maio do Estágio Internacional oferecido pela Federação Paranaense de Ginástica com patrocínio da COPEL por meio do PROESPORTE.


Para além de treinadores e ginastas, o evento contou com mais duas paranaenses: Eliane Martins como árbitro de Ginástica Artística Feminina e a presidente da Federação Paranaense de Ginástica (FPRG) Márcia Aversani, que recém foi eleita membro do Comitê Técnico de Ginástica Rítmica da Federação Internacional de Ginástica (FIG), como Delegada Internacional, responsável pela direção da competição de ginástica rítmica em Cali.


“O ano de 2022 promete! Os resultados neste evento mostram a força da base da ginástica, tanto na ginástica artística, quanto na rítmica. O Paraná tem grandes atletas e treinadoras, no cenário nacional e internacional”, apontou Márcia Aversani.

4 visualizações0 comentário